22 julho 2008

Conbersu


Nhas palabras é onda kansadu

Lambuja na areia, rekua di mansu

Tão krenti na volta ki nem spuma ta fazi


Nha deseju é mar prendi sé rispiraçon

Céu diskompassa som

Areia perdi cor…


Nhas palabra é terço ki ka rezadu

Lumiadu abensuadu disprezadu

Tudo el oraçon ki ka papiadu


Nha sperança é milagre toma diantera

Spritu santu dixi nha bera

Nha corpo bira bu igreja


Nhas palabras é fidju bastardo

Conxidu ma ka reconhecidu

Nascidu do proibidu


Nha sina é ranasci di nha cinza

Vive di deseju

Morri di sperança

5 comentários:

Anónimo disse...

Missed you...
Nude

Kukinha disse...

:) voltei, igual bicho preguiça mas voltei... bjs

CRA disse...

Ess ê kê jejum mnininha... quase um mês sem postar?? Please, post.
Abraço
Nude

Tide disse...

lindo Lay. Ka bu perdi, manti sempri.

Bjs
TID

Kukinha disse...

Eu sei... eu sei... tava de féria pq moura moderna tira féria a cada 3 anos mas coisitas estão na fornalha gente do bem.
Nude, tenho saudades... já agora sabendo de aulas de gestão do tempo me avisa ok?
Tide bali sempri desdi sempri