21 novembro 2010


Nha alma é txuba disaforadu
Txon rassekidu nes curason
Ta ergui pa Deus um solusu cansadu
Lamento profundo
Maguadu
Distino di bai sem dia di ben

Nha alma prontia
Bota mon na enxada
Fazi simentera nha ser
Di manera ki nha korpu na otu morada
Ka perdi kel ki é disel

Nha alma lança rede na nha mente
Kel um fé di pisca
Um tom di verdi
Um som di txota
Alegria e afronta
Di um povo bensuadu
Di sperança rikompensadu
Na kel azagua speradu
Ki é biradu dipos di badu

2 comentários:

Anónimo disse...

É sempre um prazer grande ler-te.
Abraços
nude

Beauty Queen disse...

kred
lindo lindo lindo
terra terra
xei d verdade sem mágua
amei!